Relatório aponta que o fornecimento sustentável de madeira na UE pode proteger mais de 5 milhões de hectares de floresta tropical

2 Aug 2018

Segundo relatório da European Sustainable Tropical Timber Coalition (STTC), se apenas sete dos principais países consumidores de madeira da Europa (Reino Unido, Holanda, Alemanha, França, Itália, Bélgica e Espanha) se comprometerem a comprar 100% de madeira tropical sustentável verificada, mais de 5 milhões de hectares de florestas tropicais poderão ser manejados e protegidos de forma sustentável.

Este é um dos principais resultados do relatório, requisitado pela IDH e escrito pelo especialista do setor de florestas e madeira, Probos.

O relatório, intitulado “Quão Sustentáveis são as Importações de Madeira Tropical da Europa?”, identifica tendências no comércio de madeira tropical no mercado da UE e explora como um compromisso da UE com madeira tropical sustentável 100% verificada pode contribuir para cadeias de fornecimento livres de desmatamento e ajuda atender às metas de mitigação da mudança climática.

Outros apontamentos do relatório:

– Estima-se que apenas 30% dos produtos de madeira tropical no mercado da UE sejam verificados de forma sustentável;

– Maior ambição europeia e ação público-privada são necessárias para elevar a participação de mercado de madeira tropical sustentável verificada para 100%;

– Existe uma margem considerável para aumentar esta quota de mercado de madeira tropical sustentável verificada na UE, em países como a França, Bélgica e Espanha, onde as quotas de mercado são tão baixas como 12%, mas também em países como o Reino Unido e os Países Baixos;

– Seis dos sete principais mercados assinaram a Declaração de Amsterdã, comprometendo-se com o fornecimento sustentável de óleo de palma, soja e cacau de “commodities de desmatamento” – mas não de madeira.

Atualmente, os produtores em florestas tropicais têm incentivos de mercado limitados para continuar com operações sustentáveis, enquanto a concorrência principalmente dos mercados asiáticos, que geralmente não estão comprometidos com os padrões de sustentabilidade, é feroz. Com a recuperação do mercado, o relatório pede que governos, ONGs e o setor privado dos países importadores de madeira da UE dediquem mais atenção ao aumento da participação de mercado de madeira tropical sustentável verificada.

Daan Wensing, Diretor do Programa de Paisagens da IDH, diz:

“A IDH apoia iniciativas relacionadas a commodities agrícolas, como óleo de palma, soja e cacau, com o objetivo de chegar a importações 100% verificáveis e sustentáveis para toda a UE. Para a madeira, pretendemos fazer o mesmo, em parceria com o setor privado e público nos países produtores e fornecedores”.

Para apoiar essa agenda, a IDH e os parceiros da STTC Europeia também reconhecem a necessidade de dados mais viáveis sobre a quota de mercado de madeira sustentável verificada, para uma maior transparência e responsabilização. Uma nova parceria está sendo firmada para informar sobre isso de 2018 a 2020.

BAIXE O RELATÓRIO CLICANDO AQUI!

Sobre a STTC

A European Sustainable Tropical Timber Coalition (STTC), fundada pela IDH, é uma aliança de indústrias, empresas, governo e ONGs dedicadas a aumentar a demanda européia por madeira tropical de origem sustentável. O objetivo do STTC é desenvolver o mercado para incentivar o crescimento e a disseminação do manejo florestal responsável em países tropicais.

More news

More news

Sorry

Your browser is too old to optimally experience this website. Upgrade your browser to improve your experience.